Como mensurar o crescimento da sua base?

Como mensurar o crescimento da sua base?

Gestor, acredito que diversas vezes você já se pegou pensando… Entra muita adesão no mês, mas minha base não cresce na mesma proporção.
Ou: Qual o motivo da minha perda de associados? Ou ainda: A cada fechamento meu número de cotas não cresce como esperado, o que posso fazer?
Mas fique tranquilo, você não está sozinho! Estas são dúvidas frequentes no nosso mercado.
Para responder estas perguntas precisamos ter acesso as INFORMAÇÕES corretas!
Destacamos 5 pilares básicos, que são essenciais para que você consiga entender o que acontece com sua associação e possa atuar a fim de solucionar esta questão, são eles:


1- INDICADORES:

Para medir exatamente o motivo da sua evasão ou do não crescimento da sua base como o esperado, é essencial entender o motivo ligado aos associados que saem:
Inadimplência: Qual o motivo dos associados não pagarem o boleto em dia?
Cancelamento: Qual o motivo que meus associados cancelam a proteção?
Nosso sistema possui diversos campos específicos para este fim, porém é necessário realizar a parametrização da forma correta e atendendo sua necessidade e regra de negócios.

 

2- PROCESSOS:

Agora que já temos os parâmetros criados, é necessário que eles sejam usados por todos os envolvidos no setor e com a mesma premissa. Para isso, é essencial desenvolver, padronizar e informatizar os processos envolvidos nestas atividades. Não adianta termos os indicadores corretos e cada um usar de uma forma ou ainda, tentar realiza-lo de forma não informatizada, por relatório de Excel, por exemplo. Além da incerteza nas informações, temos a perda de tempo com o retrabalho. E não se esqueça, tempo é dinheiro!

3- TREINAMENTO:

Com os indicadores identificados e parametrizados e os processos criados, treinar a equipe é o próximo passo. Nesta etapa precisamos entender que, a equipe já está acostumada a desempenhar a atividade de uma forma específica e a mudança de rotina pode gerar resistência! Portanto para que tudo ocorra como o esperado, é necessário empenho dos colaboradores e da gestão, para que seja adotado o novo método desenvolvido. Para te ajudar nisso, ainda disponibilizamos o desenho dos processos em forma de fluxo operacional, facilitando a compreensão das novas rotinas.

4- GERENCIAMENTO:

Tudo bem até aqui. Criamos os indicadores, padronizamos e informatizamos os processos e ensinamos os envolvidos a atribuir as informações do modo correto e no momento ideal, mas de nada adianta se não tivermos acompanhamento e gestão! Emitir relatórios com os filtros corretos e com base nos indicadores e processos pré-definidos garante que sua informação final seja correspondente a realidade.

5- PLANO DE AÇÃO:

Se foram seguidos todos os pilares anteriores, conseguimos então entender o motivo da sua evasão! Muito bom, mas não é o suficiente. Precisamos agir na raiz do problema identificado. Uma vez que sabemos o que tratar, conseguimos desenvolver um plano de ação eficaz. Reforçando nossos pontos fortes e melhorando nossos pontos fracos!


Gostou do conteúdo, mas gostaria de saber como aplicar tudo isso na sua realidade? Nós podemos te ajudar!
Nossa equipe da Hinova Consult te ajuda a executar todos estes pilares em reuniões exclusivas e conforme sua regra de negócios!
Conheça também nosso Instagram @hinovasolucoesdigitais @hinovaconsult

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.